segunda-feira, outubro 05, 2009

IDH



A expectativa de vida é um indicador que puxa para baixo a posição do Brasil no ranking do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Se esse fator fosse considerado isoladamente, a posição brasileira na lista seria a 81ª. No ranking de nações divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o Brasil aparece na 75ª posição, com uma expectativa de vida de 72,2 anos, em média.
Leia a matéria na íntegra clique aqui.

Um comentário:

\/i¢tøR disse...

O brasil país em desenvolvimento. Pode-se ver no mapa do IDH 2009 que são calculados tais índices por páises e não por extensão territorial.Se assim fosse, regiões do Brasil "ricas" (Sul,Sudeste), teria um índice mais alto, em quanto regiões pobres um bem mais baixo. O cálculo por média, pode ludibriar qualquer leitor, até mesmo algum gestor público, o índice não está ainda como de países desenvolvidos. Ludibriar em qual sentido? No sentido de o país estando com X IDH, precisa de X planejamento,em quanto, o país está com regiões muito abaixo de tais índices, que precisam de planejamento Y. OK, até aqui Flávio Comim explicou, mas e agora destinar verba maior a educação ou a saúde? A saúde nada mais é do que um sanatório instantâneo para resolver o já e o agora, deve-se pensar mais na educação,até para gastar-se menos com saúde no futuro. E a educação não só causa mais economias de futuras verbas à saúde, como trás também uma série de outros benefícios que ajudariam no IDH, e expectativa de vida, do que a saúde em si,a verba da saúde é um band-aid num buraco de bala no corpo da sociedade em quanto a educação é o médico.

Obviamente necessário verba significante para a saúde, mas não mais do que para a educação, mesmo que a situação esteja mais cítica.